• Leila Dienne Martínez

Hajj - A maior peregrinação religiosa do mundo, o quinto pilar do Islam

Uma coisa que a maioria, se não todas, as tradições religiosas do mundo têm em comum é uma forte reverência para locais sagrados e  importantes para a história e a identidade da comunidade.

Assim, a peregrinação a estes locais é uma parte significativa da vida religiosa para muitas pessoas que procuram uma conexão com o sagrado.

Não poderia ser diferente com a religião Islamica, a Mesquita Masjid al Haram, na Arábia Saudita, é o palco anual do maior encontro religioso do mundo, o Hajj.


Hajj , peregrinação islâmica anual a Meca


Masjid al-Haram, também conhecida como Grande Mesquita, na cidade de Mecca, Arabia Saudita

A peregrinação anual Hajj é um dos maiores encontros religiosos do mundo, onde cerca de 3 milhões de muçulmanos  se reúnem na cidade de Meca, na Arábia Saudita, para participar de um dos cinco pilares de fé do  Islã. Meca é um lugar sagrado para todos os muçulmanos.

A Grande Mesquita é um templo tão sagrado para os muçulmanos que é proibida a entrada para não praticantes da religião.


A Hajj  acontece por cinco dias e consiste em rezar em comunidade, celebrando a história Islâmica e dando graças pelas bênçãos. Esta peregrinação é um dever religioso obrigatório para os muçulmanos e deve ser realizada pelo menos uma vez na vida por todos os que são física e financeiramente capazes de custear a viagem.

Lembrando que o fiel tem que prover de recursos próprios para isso, não podendo assumir dívidas, nem diminuir o padrão de vida da familia para custear a viagem. Por esse motivo alguns fiéis economizam dinheiro durante toda a vida para poder cumprir essa missão de fé pelo menos uma vez.


História do Hajj


Kaaba, pedra sagrada no interior da Masjid al-Haram

Quatro mil anos atrás, o vale de Meca era um lugar seco e desabitado. Os muçulmanos acreditam que o profeta Ibrahim (Abraão) foi instruído por Allah(Deus) a levar sua esposa, Hajira e seu filho Ismael da Palestina para a Arábia Saudita para protegê-los do ciúme da primeira esposa de Ibrahim, Sarah. Allah disse ao Profeta Ibrahim para deixá-los por conta própria, e ele fez isso, com alguns suprimentos de comida e água.


No entanto, os suprimentos acabaram rapidamente e Hajira e Ismael estavam sofrendo de fome  e desidratação. Em seu desespero Hajira correu para cima e para baixo através de duas colinas chamadas Safa e Marwa tentando ver se conseguia detectar qualquer ajuda à distância. Finalmente ela caiu ao lado de Ismael e orou a Deus pelo livramento. Ismael bateu o pé no chão e isso causou uma nascente de água a jorrar da terra. Hajira e Ismael foram salvos. Agora eles tinham um abastecimento de água seguro, eles negociaram a água por alimentos e suprimentos com os nômades que passavam pela região.


Depois de um tempo, o Profeta Ibrahim voltou da Palestina para verificar a sua família e ficou surpreso ao vê-los executando um negocio lucrativo. O Profeta Ibrahim foi orientado por  Allah para construir um santuário dedicado a ele. Ibrahim e Ismael construiram uma pequena estrutura de pedra - a Kaaba ou Cubo - que era para ser o local de encontro para todos os que desejavam fortalecer a sua fé em Allah. Depois de muitos séculos, Mecca se tornou uma cidade próspera graças à sua fonte de água potável, o poço de Zam Zam.


Com os passar do tempo, as pessoas começaram a adotar idéias politeístas, e o santuário construído pelo  Profeta Ibrahim foi usado para armazenar ídolos. Depois de muitos anos, Allah disse ao Profeta Maomé que ele devia  restaurar o Kaaba à adoração de apenas Allah. No ano 628 DC o profeta Maomé  partiu em uma viagem com 1400 de seus seguidores refazendo o caminho percorrido pelo Profeta Ibrahim e sua família. Esta foi a primeira peregrinação no Islã, e iria restabelecer as tradições religiosas do profeta Ibrahim.




Os 9 passos do Hajj


1. Os peregrinos vão para Miqat (exterior da Mesquita de Al Haram), a estação de entrada para o Hajj, onde eles se banham, colocam o Ihram (roupas brancas especiais) , e fazem uma declaração formal de intenção.

2. Em seguida, eles entram no complexo Masjid al Haram e realizam o ritual de Tawaf, um rito que envolve caminhar ao redor da Kaaba sete vezes, enquanto recitam orações. Retiram as vestes Ihram, aparam o cabelo ou barba.

3. Recolocam as vestes e saem em peregrinação para as colinas de Mina, visitando locais de importância histórica e religiosa. Depois disso, saboreiam a água do poço sagrado Zam Zam. Durante a noite, caminham pela passarela entre as colinas de Safa e Marwa e andam para trás e para a frente entre elas sete vezes.

4. Na madrugada do Arafat (dia que antecede o final do Hajj), os peregrinos muçulmanos fazem o seu caminho a partir de Mina para uma colina próxima , chamada Monte Arafat e a planície de Arafah e lá permanecem até o entardecer.Durante esse período eles suplicam à Allah pelo perdão dos pecados.

Foi no Monte Arafat que Muhammad (Maomé) deu o seu Sermão de Despedida em 632 DC. Eles acreditam que o calor da Arábia Saudita ao meio-dia fornece uma dica sobre como será o Dia do Juízo Final.

5. No final do dia, viajam para o Muzdalifah onde reúnem pequenas pedras em conjunto para usar no dia seguinte, jogando-as no Al Aqabah (maior dos três pilares localizados na Jamarat Bridge) e que representam o diabo.

6. No amanhecer e retornam para Mina e pela manhã apedrejam o Al Aqabah. Em seguida, um sacrifício chamado de Qurbani deve ser feito no qual um cordeiro ou ovelha é abatido e a sua carne distribuída entre os pobres. Após isso, os homens cortam ou raspam os cabelos e as mulheres cortam uma mecha de seu cabelo.

7. Refazem o caminho entre as colinas Safa e Marwa.

8. Retornam a Mina e realizam novamente o ritual do apedrejamento, desta vez incluindo os três pilares. Do menor para o maior com 7 pedras cada um. Todos os três Jamarat representam o diabo: o primeiro e maior representa a tentação de Abraão contra sacrificar o filho Ismael, a segunda representa a tentação da esposa de Abraão para detê-lo; o terceiro representa a tentação de Ismael para evitar ser sacrificado. Ele foi repreendido cada tempo, e o lançamento das pedras simbolizam essas repreensões.

9. Retornam à Mecca,e concluem o Hajj realizando por duas vezes o Tawaf (caminhada ao redor da Kaaba sete vezes) .

10. Esse passo é opcional e consta da visita à Mesquita do Profeta em Medina.

Um homem que tenha concluído o Hajj é chamado de Hajji, uma mulher que completou ele é chamado de Hajjah.


Quais são os outros rituais associados com o Hajj?


Os Hajjis ou os peregrinos realizam o Hajj em um estado de pureza ritual chamado de Ihram, que para os homens é representado  fisicamente  usando roupas simples, feitas de pano unsewn.



 Ele significa a igualdade da humanidade perante Deus. Durante o Hajj peregrinos realizam atos de adoração e renovam seu senso de propósito no mundo.

Os muçulmanos acreditam que o Hajj faz com que se sinta a verdadeira  importância da vida aqui na terra, e após a morte, através do despojamento de todo status social, riqueza e orgulho.

É um ritual que se destina a promover os laços de fraternidade e irmandade islâmica, mostrando que todos são iguais aos olhos de Deus.


Além das roupas serem iguais para todos independente da classe social, existe  uma declaração de intenção e regulamentos que devem ser seguidos. Entre eles ,o peregrino não pode durante o Hajj envolver-se em relações sexuais,raspar ou cortar as unhas,usar água de colônia ou óleos perfumados,matar ou caçar qualquer coisa por menor que seja,lutar ou argumentar. O banho é permitido, mas sabonetes perfumados são mal vistos.

Os peregrinos masculinos usam vestes brancas atoalhadas, de forma a eliminar os símbolos do materialismo e a demonstrar humildade perante Deus e igualdade entre os homens.

Durante os cinco dias de peregrinação, as mulheres renunciam à maquiagem e aos perfumes, e usam roupas folgadas, com a cabeça parcialmente coberta.


No fim do Hajj, os muçulmanos de todo o mundo celebram o feriado conhecido como o Eid Al Adha .


Post sobre o Eid Al Adha no Blog


Agora que você já sabe o que significa a peregrinaçao à Mecca,fica mais fácil de voce acompanhar as noticias nos jornais e canais de TV do mundo inteiro , este assunto sempre é pauta, uma vez que se trata da maior peregrinaçao religiosa do mundo e acontece sempre no último mês do calendario Islâmico.



Acompanhe pelo instagram clique aqui

#turistandoemdoha #hajj #guia #turismo #brasileira #doha #qatar #eid #kaaba #meca #religiao #qatar2022 #qatarnews #demalaecuia

59 visualizações1 comentário

2019 @turistandoemdoha 

Todos os direitos reservados

Fotos by Leila Martinez /Diogo Martinez

Desde 2014

Doha, Qatar 

info@turistandoemdoha.com

Whatsapp +974 33185310

33540380_779311298925896_486314662980222
1c23791d-a214-4fc2-867e-9e4374712b68.JPG
  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social